"Uma coisa tenha custe o que custar: PALAVRA; outra coisa não tenha nunca: UM PREÇO (Dona Isaura)

terça-feira, 15 de junho de 2010

Pesquisa do governo aponta o bom e velho hábito de lêr jornal continua em alta...apesar da internet....

Pesquisa aponta que 46% dos brasileiros leem jornal
Uma pesquisa encomendada pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República (SECOM) e divulgada nesta semana aponta que 46% dos brasileiros, em um universo de 12 mil entrevistados em todo o país, leem jornal impresso. As revistas são lidas por 35% do público. Dentre os que leem jornais, 30% afirmam que o fazem uma vez por semana, enquanto outros 25% leem todos os dias. Os leitores (42%) ainda elegeram o domingo como o melhor dia da semana para se ler jornal.

O estudo aponta que o maior percentual de leitura se encontra no Sul do país, 54%. O Nordeste é o que apresenta pior índice de leitura dos jornais; apenas 28% dos nordestinos admitem lê-los. Os adultos na faixa etária de 25 a 39 anos são os que costumam mais ler jornal, já 45% dos jovens de 16 a 24 anos preferem ler revistas.

Do público leitor de revista (35%), metade apontou a revista Veja com uma das mais lidas, enquanto 16% dos entrevistados preferem a Época. Revistas de entretenimento como Caras, Contigo e Nova também foram votadas na pesquisa.

O cruzamento de dados do estudo mostrou que grande parte dos entrevistados que costuma ler livros e revistas também lê jornais. Quase a metade, 47% dos entrevistados, costuma ler livros, sendo que 30% leem apenas em finais de semana e 17% cultivam o hábito de leitura diária. Mais da metade afirmou que não leem livros (53%).

A televisão foi apontada como o canal de comunicação mais utilizado pela população brasileira (97%). Os canais de televisão aberta são os mais assistidos (83%). Outros 10% assistem também canais de TV por assinatura. No total, os canais abertos são assistidos por 94% dos entrevistados. Apenas 3% afirmaram que assistem somente os canais por assinatura.

Os telejornais são considerados, em maior proporção, como a programação televisiva mais relevante (65%). A novela foi a segunda programação considerada mais importante, com 16%.

A Rede Globo é o canal de televisão preferido entre os entrevistados, com 70% de indicação dos entrevistados. Já a Rede Record apresentou o segundo percentual de preferência (13%), ficando a frente do SBT, com 5% dos votos. O Jornal Nacional, da Rede Globo, é o telejornal mais assistido do país (56% da preferência). O Jornal da Record aparece em seguida, com 7%.

A confiança na emissora foi apontada como o principal motivo para assistir o Jornal Nacional por 28% dos entrevistados. No caso do Jornal da Record a preferência foi motivada, principalmente, pela identificação com as notícias veiculadas (27%) e pela confiança na emissora
(26%).
 
Giselle Mourão
Do Contas Abertas
12/06/2010

Nenhum comentário: