"Uma coisa tenha custe o que custar: PALAVRA; outra coisa não tenha nunca: UM PREÇO (Dona Isaura)

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Sarney é reeleito e assume presidência do Senado pela quarta vez

Brasília - José Sarney foi eleito nesta manhã para o quarto mandato consecutivo como presidente do Senado. Aos 80 anos, ele venceu o candidato do PSOL, Randolfe Rodrigues, por 70 votos a oito, com dois votos em branco e um nulo. Ambos os candidatos são senadores pelo Amapá.

Em seu discurso com tom de despedida, Sarney chorou duas vezes e afirmou que esta será sua última vez a frente da Mesa Diretora da Casa. Ele classificou o novo mandato como um sacrifício pessoal e enumerou seus feitos na presidência da Casa.
Foto: Divulgação
José Sarney em seu discurso de posse pela quarta vez da presidência do Senado | Foto: Divulgação
"Eu não desejava o encargo", disse no discurso, acrescentando uma reclamação contra aqueles que o criticam. "Não me chamem de um homem retrógrado, como se fosse um velho que chega aqui sem querer renovar o Senado. Não me chamem de um velho que não tem gosto pela inovação. Aqui na Casa, quando cheguei, a ideia da informatização foi minha. Acho injusta a afirmação de que é um retrocesso eu disputar o Senado", finalizou.

Sarney é o parlamentar com maior número de mandatos a frente da presidência do Senado. Ele comanda a Casa até 2011 e é o terceiro na linha sucessória de Dilma.

A eleição no Senado ocorreu pela manhã logo após a posse dos 81 senadores. Às 16h30, o senadores voltam ao plenário para escolher a Mesa Diretora. Na Câmara, a votação para a presidência e mesa diretora começa às 17h.

Nenhum comentário: