"Uma coisa tenha custe o que custar: PALAVRA; outra coisa não tenha nunca: UM PREÇO (Dona Isaura)

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Movimento Brasil sem barraco: Em 2012 o Cimento Social vai chegar ao Jacarezinho

Os 11 mil imóveis da favela da Zona Norte deverão passar por obras de melhorias no ano que vem. Para o investimento serão necessários R$ 10 milhões.

Rio – Uma das áreas mais conflagradas da cidade deve ser beneficiada em breve pelo programa Cimento Social, do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ). Os 11 mil imóveis da Favela do Jacarezinho, na Zona Norte, devem passar por obras de melhorias no ano que vem. O investimento previsto com emendas parlamentares vai chegar a R$ 10 milhões. O senador também quer aplicar verba federal em uma favela da Baixada Fluminense, ainda não definida.

Além de investir o dinheiro na reforma e construção de imóveis na comunidade do Jacarezinho, o senador Crivella pretende destinar parte da verba para o saneamento básico. Para ele, a situação da favela é crítica.
Galpões na mira

“Chegou a hora do Jacarezinho. Esse é nosso grande desafio. Lá tem cracolândia, esgoto a céu aberto, violência e falta de habitação. É uma miséria total”, comenta Crivella. As famílias que vivem em áreas de risco na comunidade devem ser reassentadas. 

Senador Marcelo Crivella PRB/RJ

Para o senador, o ideal seria desapropriar galpões industriais sem uso na região para construir unidades do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal.Os imóveis seriam destinados a famílias que recebem menos de três salários mínimos. “O Jacarezinho tem várias áreas industriais que podem ser desapropriadas para construir conjuntos do Minha Casa, Minha Vida. Temos áreas enormes naquele local. A gente pode pagar por elas, indenizando seus proprietários, e fazer ali milhares de residências”, planeja.

Favelas da Baixada Fluminense também serão beneficiadas.

Uma favela da Baixada Fluminense deve ser beneficiada ainda este ano pelo programa Cimento Social. Crivella conta que serão investidos R$ 7 milhões em obras de saneamento e reformas de casas. A comunidade, no entanto, ainda não foi definida.“A verba está destinada a benfeitorias em áreas urbanas. Ainda preciso conversar com os prefeitos da Baixada Fluminense para decidir onde o valor será investido”, explica o senador.

Ele conta que também vai sugerir nova emenda para aplicar mais R$ 10 milhões em outra comunidade da Baixada Fluminense no ano que vem — mesmo valor que será investido na Favela do Jacarezinho.
Na comunidade Roseiral, em Belford Roxo, as obras já começaram. Cerca de R$ 20 milhões serão aplicados no local.


Fonte: Jornal O Dia

Nenhum comentário: