"Uma coisa tenha custe o que custar: PALAVRA; outra coisa não tenha nunca: UM PREÇO (Dona Isaura)

quarta-feira, 25 de julho de 2012

"Passado sujo não dá futuro. Vote limpo"





Chamar a atenção para o poder que o eleitor tem nas mãos. Essa é a nova etapa da campanha "O que você tem a ver com a corrupção?, que, desta vez, tem o foco nas eleições. Com o tema Passado sujo não dá futuro. Vote limpo!, cinco vídeos serão exibidos na TV entre os meses de setembro e outubro. 

Segundo um dos idealizadores da campanha, promotor de Justiça Affonso Ghizzo Neto, cinco personalidades foram escolhidas para falar ao eleitor e destacar a importância do voto consciente. Em inserções de 16 segundos, os participantes enfatizam, com base nas suas áreas de atuação, os pontos que o eleitor deve prestar atenção antes de definir seu voto. 

— A campanha foi pensada com o objetivo de chamar a atenção para a importância do voto. Para que, quando for votar, que não seja em qualquer pessoa ou em qualquer proposta. Que o eleitor pesquise o passado dos candidatos, verifique se ele não tem condenações judicias, porque o candidato pode ter sido condenado, mas não entra na Ficha Limpa porque ainda não há decisão colegiada. Que busque um voto limpo, em alguém que se preocupa com a sociedade — explica Ghizzo Neto. 

Em um dos vídeos, por exemplo, a delegada da Polícia Federal Júlia Vergara, que atuou na Operação Moeda Verde, destaca que lutar pela justiça é um compromisso de todos. O ex-surfista e campeão mundial Teco Padaratz afirma que é preciso valorizar a ética e a honestidade. Lembrando os tempos de Big Brother Brasil, Natália Casassola afirma que, mais do ninguém, sabe "o quanto um voto pode decidir".

A campeã mundial de surfe Jaqueline Silva ressalta que nestas eleições a "onda certa" é o da ética e do voto consciente. O técnico de basquete Alberto Bial destaca que votar é "o lance" mais importante da vida da gente. 

A campanha O que você tem a ver com a corrupção? foi lançada em agosto de 2004, em Chapecó, com o objetivo de conscientizar a sociedade, especialmente crianças e adolescentes, sobre o valor da honestidade e transparência das atitudes do cidadão comum, a partir de um vídeo animado com abordagens diferenciadas sobre o assunto.



Fonte: Diário Catarinense
Fotos: Google Imagens

Nenhum comentário: